Vereadores discutem assuntos de grande relevância para a comunidade

por ASCOM/CMCC publicado 22/03/2017 17h04, última modificação 22/03/2017 17h04

gesiel1.jpgelio.jpg

          Cumprimento do Código de Posturas, má prestação de serviços da companhia de energia elétrica, precariedade de ponte na VS-52, situação de estradas, habitação e desemprego foram alguns dos assuntos debatidos pelos parlamentares na Sessão Ordinária desta quarta-feira (15), na Câmara Municipal de Canaã dos Carajás que, excepcionalmente, foi presidida pelo vereador Walter Diniz (PMDB) que substituiu o vereador Junior Garra que estava cumprindo agenda em Belém.

            O presidente em exercício justificou à plenária que uma comitiva da Câmara viajou até a capital do estado para dar celeridade à liberação de uma verba destinada à segurança pública, proveniente de um convênio entre a mineradora Vale e o município, se reunir com secretários de estado e participar de um evento promovido pelo Simineral, tudo focado em benefícios futuros para o município.

Ponte

            Sobre a ponte da VS-52, a vereadora Maria Pereira (PDT) disse que há dois anos os ônibus escolares não conseguem trafegar por ela, mas que o secretário responsável já está vendo o que pode ser feito. Ela cobrou, também, que a secretaria de Habitação promova a entrega de 23 casas do residencial Canaã o quanto antes. “Estamos cuidando do nosso povo tanto da zona urbana quanto da zona rural”, concluiu.

Celpa

            O vereador Rael da Marcenaria (PHS) cobrou que a companhia de energia elétrica preste um serviço de qualidade e que atenda aos chamados da população, principalmente quando forem emergenciais. “No bairro Santa Vitória tem um poste que está para cair. Muitas reclamações foram feitas, mas até agora nenhuma providência foi tomada”, criticou o parlamentar temendo pela integridade física dos moradores do setor.  Corroborando com as críticas a empresa, o vereador Elio do Líder (PMDB) disse que a Câmara pode tentar reduzir os principais impostos que encarecem o valor total da conta de energia.

Código de Posturas        

          O critério de aplicação do Código de Posturas do município foi questionado e criticado pelo vereador Gesiel Ribeiro (PHS) que se mostrou indignado ao ver tantos locais que o descumprem não serem notificados e vê um pai de família desempregado, vendedor ambulante, ser autuado. “Sou a favor do cumprimento da lei, mas que sejamos sensíveis ao momento difícil que as pessoas enfrentam. Essas autuações deveriam começar pelas calçadas irregulares, entulhos jogados e por último chegar ao trabalhador que está defendendo o ‘pão de cada dia’”,  concluiu Gesiel, afirmando que está atendo a cada detalhe que acontece no município. O vereador Elio do Líder disse que a prefeitura deveria conscientizar os cidadãos antes de puni-los.

Agressão    

          Vânia Mascarenhas (PDT) disse que apesar do não comparecimento dos responsáveis pela empresa Prosegur a Câmara, onde prestariam esclarecimentos sobre os fatos ocorridos em uma fazenda que faz divisa com o projeto S11D da Vale, ela e os demais vereadores vão concluir o relatório e encaminhar aos órgãos competentes para que o caso seja esclarecido e os responsáveis pela agressão ao agricultor sejam punidos.

Aterro Sanitário

            Walter Diniz criticou o aterro sanitário e disse que a queda na arrecadação não justifica a sua precariedade.

Solicitações atendidas

            Os vereadores ainda usaram a tribuna para agradecer as solicitações atendidas pelo Executivo. Maria Pereira (PDT) elogiou o secretário municipal de Obras, Agnaldo Pereira da Costapor ter resolvido, mesmo que de forma provisória, os alagamentos no bairro Vale da Benção.

            Rael da Marcenaria (PHS) parabenizou a equipe da secretaria de Agricultura por recolher os galões de agrotóxicos utilizados pelos colonos na zona rural. Segundo ele, tal medida protege o meio ambiente e os agricultores de contaminação por produto químico.

            Elio do Líder (PMDB) disse que a solicitação de transporte para os universitários de Canaã dos Carajás que estudam em Parauapebas foi atendida e que a partir da semana que vem dois ônibus devem ser disponibilizados.

Adicionar Comentário

Você pode adicionar um comentário preenchendo o formulário a seguir. Campo de texto simples. Endereços web e e-mail são transformados em links clicáveis.